Pular para o conteúdo principal

A crença na Grande Pirâmide era uma doutrina fundamental para os primeiros Estudantes da Bíblia?


Português 🇧🇷


Não, não era. Num artigo sobre doutrinas fundamentais, Russell diz:

“Existem certas características da doutrina de Cristo que são fundamentais e indispensáveis, e sem as quais ninguém seria reconhecido pelo Senhor como um de seus seguidores. Há outras características que parecem ser úteis, abençoadas, mas não fundamentais — não essenciais para ser membro do Corpo de Cristo...” (R5284 — A Torre de Vigia de Sião, 1 de agosto de 1913, pág. 231)

A partir daí Russell alista alguns pontos que ele considerava fundamentais para a plena membresia no Corpo de Cristo, e ele não inclui a crença de que a Grande Pirâmide é o cumprimento de Isaías 19:19.

Se a crença não era fundamental, o que ele quis dizer com a seguinte declaração:

“Introduzimos assim esta "Testemunha" (a Grande Pirâmide de Gizé) porque a inspiração do seu testemunho sem dúvida será tão disputada como a das Escrituras, pelo príncipe das trevas, o deus deste mundo, e por aqueles a quem ele cega para a verdade.” — Thy Kingdom Come (Venha o Teu Reino), Volume 3 de Estudos das Escrituras, pág. 319, § 1

A declaração acima pode ser facilmente entendida pelo que o próprio prefácio do livro Venha o Teu Reino disse sobre o assunto:

“Nunca tentamos colocar a Grande Pirâmide, às vezes chamada de Bíblia em Pedra, em paralelo ou igualdade com a Palavra de Deus conforme representada pelas Escrituras do Antigo e do Novo Testamento — estas últimas são sempre preeminentes como autoridade. No entanto, ainda acreditamos que a estrutura dessa pirâmide, tão diferente da de todas as outras pirâmides, foi projetada pelo Senhor e destinada a ser uma pirâmide e uma testemunha no meio e na fronteira da terra do Egito. (Isaías 19:19) Certamente conta uma história muito diferente de qualquer outra arte ou relíquia recebida dos tempos remotos.”

As páginas 314 e 315 também esclarecem o ponto:

“A Grande Pirâmide, no entanto, prova ser um depósito de verdades importantes — científicas, históricas e proféticas — e seu testemunho encontra-se em perfeita harmonia com a Bíblia, expressando as características proeminentes de suas verdades em belos e apropriados símbolos. Não é de forma alguma um acréscimo à revelação escrita: aquela revelação é completa e perfeita, e não precisa de acréscimo. Mas é um forte testemunho corroborativo do plano de Deus; e poucos estudantes, ao examiná-la cuidadosamente, percebendo a harmonia de seu testemunho com o da Palavra escrita, deixariam de sentir que sua construção foi planejada e dirigida pela mesma sabedoria divina, e que é a coluna de testemunho a que o profeta se refere na citação acima.”

Assim, Russell obviamente entendia que a Grande Pirâmide dava um “testemunho” corroborativo da própria Bíblia. Esse testemunho é que seria contestado, segundo ele cria, por Satanás. Russell jamais originou doutrinas na Grande Pirâmide, mas apenas enxergou, na Grande Pirâmide, um reflexo das doutrinas já encontradas na Bíblia. É esse “reflexo” da verdade que seria ofuscado por Satanás.

É interessante notar que Russell escreveu seu artigo sobre doutrinas fundamentais em 1913, muito tempo depois de o livro Venha o Teu Reino ter sido escrito, em 1890. Se a crença na Grande Pirâmide fosse obrigatória, ou fundamental, ele certamente a teria incluído em seu artigo.

Assim como no início do Movimento, hoje há inteiros grupos de Estudantes da Bíblia, bem como indivíduos em grupos “tradicionais”, que não creem que a Grande Pirâmide é o cumprimento de Isaías 19:19, incluindo, de forma geral, os Estudantes da Bíblia Bereanos.

OBS.: A crença de que a Grande Pirâmide de Gizé é o cumprimento de Isaías 19:19, ao contrário do que muitos afirmam, não é um conceito “místico” ou “ocultista”. Também não é ilógica ou sem fundamento, uma vez que alguém estude os argumentos mais profundamente.

Para informações adicionais, queira ver o vídeo:


Este texto não pode ser reproduzido sem a expressa autorização do autor. Todos os direitos reservados. ©

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Biblioteca EBB

Português 🇧🇷 Español 🇪🇸English 🇺🇸Italiano 🇮🇹
🇧🇷Bem-vindo à Biblioteca dos Estudantes da Bíblia Bereanos! Aqui você encontrará publicações clássicas e atuais de diversos grupos de Estudantes da Bíblia, em português, espanhol, inglês e italiano. Volte sempre para verificar as novidades!

ATENÇÃO: Todas as publicações possuem copyright, salvo quando indicado em contrário. As publicações foram traduzidas para o português, o espanhol e o italiano com a autorização das respectivas eclésias e/ou autores. Você pode baixar as publicações para uso pessoal, mas em hipótese alguma poderão ser vendidas. Também não deverão ser disponibilizadas em outros sites, salvo com a devida autorização do(s) autor(es).

🇪🇸¡Bienvenido a la Biblioteca de los Estudiantes de la Biblia Bereanos! Aquí encontrará publicaciones clásicas y actuales de diversos grupos de Estudiantes de la Biblia en portugués, español, inglés e italiano. ¡Vuelve siempre para conocer las novedades!

ATENCIÓN: Todas las publicaciones…

O papel das mulheres Estudantes da Bíblia

Português 🇧🇷
Deus de modo algum “diminui” o papel da mulher. No Velho Testamento, por exemplo, vemos que Débora — uma mulher — ocupava o papel de juíza, um papel de liderança.


Mas é importante levar em conta que mesmo no Israel antigo as mulheres não eram escolhidas para o cargo sacerdotal. Na Era Evangélica, o apóstolo Paulo, por inspiração divina, escreveu que as mulheres deveriam permanecer em silêncio nas congregações.
“Pois Deus não é Deus de desordem, mas de paz. Como em todas as congregações dos santos, permaneçam as mulheres em silêncio nas igrejas, pois não lhes é permitido falar; antes permaneçam em submissão, como diz a Lei. Se quiserem aprender alguma coisa, que perguntem a seus maridos em casa; pois é vergonhoso uma mulher falar na igreja.” ‭‭– 1 Coríntios‬ ‭14:33-35,‬ ‭NVI‬ ‬
 Precisamos, no entanto, entender o que significa “ficar em silêncio”. Será que Paulo se referia ao silêncio absoluto, sem poder dar comentários, etc? O próprio Paulo esclarece isso no capítulo 11 de…

Quantos Estudantes da Bíblia existem ao redor do mundo?

Português 🇧🇷
Visto que não mantemos lista de membros, nem buscamos o mero crescimento numérico, mas, em vez disso, o crescimento em Cristo, essa é uma pergunta difícil de ser respondida em termos mundiais. Porém, segundo informações obtidas de membros do Movimento, um número conservador estaria por volta de mais de 10.000 membros. Um número mais otimista, fornecido por uma irmã antiga na verdade, afirma que seria por volta de 50.000. Esses números fundamentam-se nos seguintes fatos:
Todos os anos, são feitas dezenas de convenções em vários países. Apenas na Convenção Geral realizada em Johnstown, na Pensilvânia, tivemos 450 pessoas na assistência. (É importante dizer que essa convenção “geral” é promovida por apenas um dos grupos existentes, o Dawn Bible Students. Há diversos outros grupos nos EUA, que realizam suas convenções. Há convenções feitas praticamente durante o ano inteiro, só nos EUA.) Duas semanas depois, foi realizada uma Convenção na Polônia, com 1.301 presentes. 
Há diver…