A Pregação Global — Quem realiza?


Português 🇧🇷


E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mateus 24:14

A comissão de pregar o Evangelho a todas as nações não foi dada a uma religião específica.

Cada indivíduo e grupo que fala de Jesus, sem exceção, bem ou mal, de certa forma promove o nome dele:

“É verdade que alguns pregam a Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade. Estes o fazem por amor, sabendo que aqui me encontro para a defesa do evangelho. Aqueles pregam a Cristo por ambição egoísta, sem sinceridade, pensando que me podem causar sofrimento enquanto estou preso. Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro. De fato, continuarei a alegrarme.” — Filipenses 1:15-18, NVI

Em especial, desde o derramamento do Espírito Santo, em 33 d.C., os crentes verdadeiros e em união com Cristo têm feito um esforço persistente, ao longo desses vários séculos, para divulgar as boas novas de Cristo.

Assim, milhões de indivíduos e grupos sinceros têm coletivamente cumprido essa comissão de pregar e fazer discípulos, tanto é que o nome de Jesus é hoje conhecido em toda a Terra e a Bíblia tem sido traduzida em quase todos os idiomas do planeta.

Um exemplo disso é o filme Jesus, o filme mais traduzido de TODA a história. Até o momento, já foi traduzido para mais de 1.500 idiomas.

Outro esforço nobre de difusão do verdadeiro evangelho de Cristo por meios cinematográficos, foi o pioneiro filme O Fotodrama da Criação, produzido pelos Estudantes da Bíblia em 1914. Esse filme foi um marco em muitos sentidos:

  • Combinava imagens com sons, considerado por alguns o primeiro filme sonoro da história
  • Utilizou a técnica pioneira de “time-lapse”, onde uma sequência rápida de imagens mostrava um pintinho saindo de um ovo
  • Artistas habilidosos em Nova York, Filadélfia, Paris e Londres pintaram cuidadosamente os filmes à mão, quadro a quadro, além dos slides de vidro
  • Nos Estados Unidos, o “Fotodrama” era exibido todos os dias em até 80 cidades
  • Apenas no primeiro ano, foi exibido a cerca de 9 milhões de espectadores na América do Norte, Europa, Austrália e Nova Zelândia

De fato, o Fotodrama da Criação, produzido e exibido pelos Estudantes da Bíblia, foi um MARCO NA DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO! Hoje, um de nossos irmãos está empenhado na restauração digital, quadro a quadro, desse maravilhoso filme. Pretendemos lançá-lo na versão HD (1080p), totalmente restaurado e sem as marcas do tempo! O livro “Cenário do Fotodrama da Criação”, era distribuído durante as exibições do filme:


Baixe aqui o PDF desse livro.

Se a comissão de pregar estivesse restrita a apenas um grupo religioso, digamos, as Testemunhas de Jeová, então teriam fracassado miseravelmente. Por todos os séculos até o aparecimento dessa religião não teria se ouvido falar de Jesus Cristo. E mesmo hoje, há muitos países em que as Testemunhas de Jeová não pregam, ou pregam de maneira mínima, ao passo que outros grupos sim, arriscando as próprias vidas.

O Anuário de 2011 alista países onde o obra é proscrita, na categoria “30 outros países”. Esses países, destacados em vermelho na imagem anexa, compõem 16% de toda a superfície da Terra, e são responsáveis por 1.9 bilhões de pessoas, or 27% de toda a população do planeta.


(Também:  http://www.jwfacts.com/watchtower/preach.php)

Outro agravante, no caso das Testemunhas de Jeová, é que elas não pregam as boas novas originais, de Cristo.

Jesus disse:

“E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.” — Mateus 24:14

Note que colocamos ênfase na palavra “este”. Qual era o evangelho do reino original que Jesus pregava? Entre outras coisas, era o evangelho da reconciliação (2 Cor 5:18-19), isto é, que podemos estar reconciliados com Deus por nos unir a Cristo. Era também o evangelho da vida celestial, de ganharmos a “honra, glória e imortalidade” nos céus (Romanos 2:7), para que, depois, sirvamos quais Reis e Sacerdotes junto com Jesus ao restaurar a Terra.

Esse evangelho original foi prontamente esquecido pelas Testemunhas de Jeová. Quanto a isso, amados, é urgente acatarmos à sóbria admoestação de Paulo em Gálatas 1:6-8:

“Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho

Que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo.

Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado!”

Assim, e em resumo, a comissão de pregar o (verdadeiro) evangelho tem sido fielmente cumprida não apenas pelos Estudantes da Bíblia, mas por um esforço conjunto, persistente e fiel de diversos grupos cristãos e de indivíduos sinceros, arriscando suas próprias vidas para isso, desde a época de Jesus, e, especialmente, nestes últimos dias.

Assista aqui a um vídeo que mostra que tanto os métodos (de dois em dois/de casa em casa) quanto a mensagem básica (Paraíso na Terra, não há Trindade, Inferno de Fogo, Alma Imortal) não são exclusivos das Testemunhas de Jeová:



Em Cristo,
Estudantes da Bíblia Bereanos

Este texto não pode ser reproduzido sem a expressa autorização do autor. Todos os direitos reservados. ©

Comentários

Postagens mais visitadas